Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
21/07/2005
Hospital tem sistema inovador de rastreabilidade de medicamentos
Programa desenvolvido no Hospital Santa Catarina, de SP, permite saber que paciente tomou cada remédio.

Programa desenvolvido no Hospital Santa Catarina, de SP, permite saber que paciente tomou cada remédio

Segurança, agilidade e redução de custos são as principais vantagens proporcionadas pelo SIHROS (Sistema Hospitalar) desenvolvido pela equipe de Tecnologia da Informação do Hospital Santa Catarina, de São Paulo. O programa inovou totalmente o funcionamento das farmácias hospitalares. Agora é possível rastrear cada item farmacêutico que entra no hospital, seja uma seringa, uma ampola ou um simples comprimido.

O sistema cobre a nota fiscal de aquisição do produto, lote e validade, identifica unidade por unidade e chega até o paciente, detalhando inclusive o horário em que foi tomado. Caso o fabricante do medicamento alerte, por exemplo, sobre um problema com um lote específico, é possível entrar em contato com o paciente e tomar as medidas necessárias. O sistema também permite o controle diário da validade do estoque da farmácia.

Por solicitação da equipe de Farmácia do Hospital, o Departamento de Tecnologia da Informação desenvolveu o projeto em duas fases. Na primeira, há cerca de dois anos, já com o sistema informatizado, o trabalho visou substituir a impressão das cerca de 600 requisições diárias de medicamentos por um sistema informatizado. Para isso, foi desenvolvido um módulo para a utilização de código de barras que, na época, armazenava somente o código do produto e a validade. Ou seja, assim que chegava ao hospital, cada comprimido de uma caixa recebia uma etiqueta individualizada. Na farmácia, os profissionais acessavam as prescrições médicas que haviam sido digitadas por um escriturário e, por meio de um sistema de rádio-freqüência, um Palm, montavam os kits de medicamentos de cada paciente.

Na nova fase do programa, o procedimento é mais completo. O conteúdo das etiquetas de códigos de barras EAN 128 foi definido pela equipe da T.I.. Elas são geradas no momento da entrada da Nota Fiscal no setor de recebimento de mercadorias, levanto em consideração também a data de validade e o lote. Também acompanha todo o processo de encaminhamento do remédio, desde a saída da prateleira até o paciente. Considera-se, inclusive, as senhas dos funcionários envolvidos em cada etapa do processo.

Medidas de segurança do sistema garantem que o farmacêutico envie apenas os remédios prescritos, devidamente identificados, impedindo que sejam entregues a outro paciente por engano.

Informações para a Imprensa
Luísa de Oliveira
Allameda Editorial
11.3873-1363/9234-1991
luisa@allameda.com.br

Julho 2005



Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes da Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a press releases e informações-chave de nossos clientes
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de Assessoria de Imprensa

ALLAMEDA.COM | São Paulo | +55 11. 97999-9923

(C) 2002 ~ 2021 Allameda.com Assessoria de Imprensa