Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
06/10/2016
5 erros comuns - e evitáveis - na comunicação empresarial

A professora Vívian Rio Stella, sócia-fundadora da VRS Cursos, Palestras e Coaching e doutora em Linguística pela Unicamp, destaca cinco erros comuns na comunicação empresarial que devem ser facilmente evitados por quem pretende formar uma imagem positiva e ser eficaz em seus e-mails, reuniões e apresentações.

1-    Gerundismo

Para entender: O “gerundismo” é o uso do verbo no gerúndio para fazer referência a ações no futuro (vou estar fazendo, estarei fazendo). Embora muitas pessoas escrevam e falem os verbos no “gerundismo”, esse erro gramatical deve ser evitado, pois tem forte impacto negativo na imagem profissional. 

INADEQUADO

ADEQUADO

 

Indicar ação no futuro

Hoje eu vou estar apresentando para vocês uma palestra sobre segurança no trabalho. Estarei mostrando como é importante estar usando o equipamento de segurança e como essa atitude vai estar evitando acidentes em nossa empresa

 

Versão corrigida

Hoje eu vou apresentar para vocês uma palestra sobre segurança no trabalho. Mostrarei como é importante usar o equipamento de segurança e como essa atitude evita acidentes em nossa empresa.

 

 

Indicar ação contínua

Estou fazendo um treinamento. Por isso, tenho estudado muito.

Estamos dando continuidade no projeto, conforme o combinado.

 

2 - O mesmo

Para entender: A palavra “mesmo” existe em português e pode ser escrita em diversas situações. A única forma errada de usá-la é como se “mesmo” fosse pronome, isto é, pudesse substituir palavras. 

INADEQUADO

ADEQUADO

 

A consultora voltou de viagem hoje e a mesma já marcou uma reunião.

O diretor vai definir as contratações e, na próxima semana, os demais colaboradores conhecerão a decisão do mesmo.

 

 

 


Versões corrigidas

A consultora voltou de viagem hoje e ela já marcou uma reunião.

O diretor vai definir as contratações e, na próxima semana, os demais colaboradores conhecerão a decisão dele.

 

 

 

Ele mesmo fez o presente da namorada. (= próprio – pronome usado com efeito de dar ênfase)

Ele quer mesmo este emprego na empresa. (= realmente, muito – advérbio intensificador)

Ele se esforçou, mesmo assim, não conseguiu fechar o negócio. (=apesar disso – conjunção)

Cheguei atrasado por causa do trânsito. O mesmo aconteceu com meu chefe. (= a mesma coisa – refere-se ao fato escrito na frase anterior.)

 

3- A nível de

Para entender: A expressão “a nível de” ganhou destaque na mídia há alguns anos para esclarecer a todos que ela é errada. Mas ainda há pessoas que a utilizam. Lembre-se de que o incorreto é a combinação desses três termos a + nível + de. Pode-se utilizar a palavra nível em outras situações, com outras combinações. 

INADEQUADO

ADEQUADO

 

Foi uma decisão a nível da diretoria da empresa.

Nessa época, o Brasil crescia a nível de 7% a 8% ao ano.

 


Versões corrigidas

Foi uma decisão tomada pela diretoria da empresa.

Nessa época, o Brasil crescia entre 7% e 8% ao ano.

 

 

A produção de automóveis alcançou o nível máximo neste trimestre.

Há muitos conflitos no nível gerencial.

O nível de chuvas está abaixo do esperado para este mês.

 

4- Onde 

Para entender: Em português, “onde” só pode ser utilizado para fazer referência a palavras que indiquem lugar. Portanto, atente-se à palavra que está escrita antes do “onde”. 

USO ERRADO

USO CORRETO

 

Fiz um salto de paraquedas onde durou 5 minutos. (paraquedas não é lugar)

A situação onde todos discordaram é delicada. (situação não é lugar)

Fizemos uma reunião onde todos concordaram em mudar o valor do bônus. (reunião não é lugar)

 

Versões corrigidas

Fiz um salto de paraquedas que/ o qual durou 5 minutos.

A situação de que/ da qual todos discordaram é delicada.

Fizemos uma reunião em que/ na qual  todos concordaram com a mudança do valor do bônus.

 

 

Para indicar lugar

A empresa onde trabalho é muito agradável.

Fizemos uma visita no setor de produção da fábrica, onde encontramos muitos problemas.

A sala onde haverá a reunião ainda está ocupada.

  

5 – Junto a

Para entender: A expressão “junto a” deve ser usada apenas para indicar proximidade física. Mas, nos últimos anos, ela vem sendo utilizada indevidamente, para substituir preposições que, provavelmente, os falantes parecem julgar “simples”, “informais”, como “de”, “para”, “no”. 

USO ERRADO

USO CORRETO

 

Deu entrada do processo junto ao STF.

Vou reclamar junto ao diretor.

 


Versões corrigidas

Deu entrada do processo no STF.

Vou reclamar com o diretor.

Para indicar proximidade física

Parou junto à cerca sem ânimo (=próximo a)

Ao ouvir o sinal, não fique junto às portas. (=próximo a)

 

 

 


Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes de Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a todos os press-releases e informações chave de nossos clientes.
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de assessoria de imprensa.

ALLAMEDA.COM R Dr Rafael Correia 65 Cjto 4 Vila Romana | São Paulo | +55.11.3926-5580

powered by Fábrica de Tempo