Logotipo Allameda
Home Page Quem Somos Serviços Cases Clientes Contatos
 
 
26/07/2002
Tecnologia sem medo
por Rogério Bravim

Vamos aos fatos, é sabido que nos últimos cinco ou dez anos a tecnologia tem avançado muito. Esta tecnologia trouxe inúmeros progressos para a vida humana, inclusive causando fortes impactos sociais, seja o desemprego, a obsolescência, o medo, os efeitos colaterais no meio-ambiente e na saúde humana, entre outros.

No entanto, cabe aqui salientar que talvez nenhuma destas novas tecnologias tenha causado tanto impacto quanto a tecnologia da informação. Este nome, tecnologia da informação, tem sido utilizado com mais freqüência nos últimos anos --sua abreviação mais comum é TI, porém muitos a conheceram pelo nome de informática ou simplesmente computadores. Atualmente, dá-se bastante destaque à internet, um sub-ramo da tecnologia da informação que ousa misturar ingredientes fascinantes de outras tecnologias, como rádio, TV, telefone, celular etc.

A tecnologia da informação é talvez uma das mais cruéis corridas para um ser humano acompanhar. A velocidade com que se produzem novos avanços nesta área torna-nos incapazes de sequer estar um pouco próximos do que há de novo. Tal perspectiva, no mínimo, traz uma insegurança e um medo de ficar para trás, isto sem falar no stress causado pela ânsia incessante da busca por novos conhecimentos.

Toda esta aceleração pode parecer uma grande loucura e coloca-nos incertos quanto ao futuro, não apenas quanto a manutenção do emprego, mas principalmente em relação à qualidade de vida e às relações inter-humanas. Veja o caso por exemplo de pais que têm em seus filhos a figura de garotos espertos que sabem mexer no computador. Como será o diálogo entre pais e filhos? O mestre torna-se discípulo e o discípulo torna-se mestre?

Concordo que estas últimas perguntas são questões acima de tudo de cunho filosófico, porém minha experiência de quase vinte anos trabalhando com tecnologia da informação e aliada à minha formação acadêmica em negócios, teorias administrativas e adjacentes áreas no campo da psicologia me permitem dizer sem medo que a Tecnologia da Informação é e sempre será apenas um Instrumento, uma Ferramenta capaz de acelerar e queimar etapas, mas jamais substituirá as ideologias, os conceitos e os conhecimentos estudados e desenvolvidos por nós Seres Humanos !.

Portanto, quando estiver conversando com alguém que conhece bem tecnologia (informática), não se sinta inferiorizado, pois se você domina os conceitos-chave de seu negócio, sabe fazer a pergunta certa, sabe o que quer e aonde quer chegar, seu interlocutor apenas o apoiará. Nesta relação, o importante é que você peça com clareza o que necessita para a pessoa que domina a tecnologia e assim o especialista em computadores mostrará o que a tecnologia do momento pode oferecer.

Se você é professor a regra é a mesma, até porque existe uma grande diferença entre as palavras: informação, conhecimento, entendimento e sabedoria. Consulte um simples dicionário e saberá o que quero dizer. Atualmente, há uma disponibilidade de informação como nunca houve antes em toda a história da humanidade. Então, o que eu digo é que informação não significa conhecimento, nem entendimento e menos ainda sabedoria. O que acabo de escrever, está nas entrelinhas para você sacar o quero dizer.

Por isto, a tecnologia deve ser vista sem medo e você deve utilizá-la a seu favor, apenas tomando alguns cuidados para não se tornar um completo alienado.

Se tiver dificuldades em manuseá-la, faça como os antigos, procure alguém que o assessore, muita gente já escreveu obras fantásticas com ajuda de datilógrafos, mas as idéias eram de seu mentor.
Portanto, lembre-se que a tecnologia é apenas um amigo aliado - não tema e siga em frente - o desenvolvimento humano e de novas tecnologias também depende de você.

Sobre o Autor: Rogério Bravim, consultor de e-business e CEO da Sys7 International System (www.sys7.com.br), é Administrador Profissional, Pós-Graduado em Marketing e Propaganda, Gerente de Projetos em Tecnologia da Informação e Consultor de Negócios. Trabalhou por seis anos como Consultor exclusivo na Philips do Brasil e Walita. Atualmente tem se dedicado aos estudos relacionados à internet, especialmente e-business e marketing digital.
      
(publicado em Allameda a 26/07/2002)

Compartilhar



Retornar
 
 
 
Artigos
Artigos de Clientes de Allameda, especialistas em várias áreas. A republicação é livre.
Releases
Acesso a todos os press-releases e informações chave de nossos clientes.
Fotos em alta
Fotos de produtos, executivos e instalações de clientes de assessoria de imprensa.

ALLAMEDA.COM R Dr Rafael Correia 65 Cjto 4 Vila Romana | São Paulo | +55.11.3926-5580

powered by Fábrica de Tempo